QUEIJO DA MARTINA

Martina Sgarbi começou a fazer queijos por uma mudança alimentar: resolveu que não iria mais consumir alimentos ultraprocessados. Há alguns anos, aprendeu a produzir queijos para consumo próprio e nunca mais parou. O hobby, iniciado com testes no sítio dos pais na zona sul de São Paulo, virou paixão e depois virou negócio. Em 2019, deixou o cargo de gerente financeira para se dedicar exclusivamente à produção de queijos. Fez cursos nacionais e se aperfeiçoou em maturação e afinação de queijos na França e Itália e hoje fabrica queijos frescos e maturados de leite de vaca em Boituva. Em seu catálogo, há oito variedades, dentre eles o amadeirado Pinho, queijo de mofo branco e que fica envolto 21 dias na casca de pinho, e o Marmoratto, de sabor terroso, que é afinado na cachaça artesanal com urucum e fica maturação por volta de 3 semanas. Já o Cremoso Azul, de massa macia e com mofo azul natural por dentro e na casca, é maturado por 6 semanas na câmara montada debaixo de uma goiabeira e foi medalha de bronze duas vezes consecutivas no IV Prêmio Brasil.  

IMG_8110_edited.jpg